Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Regina Duarte "saiu queimada de todos os lados", diz Antonio Fagundes

O ator Antonio Fagundes lamentou a passagem de Regina Duarte pela Secretaria Especial da Cultura do governo de Jair Bolsonaro.

Em entrevista ao Globo, ele afirmou que a atriz “saiu queimada de todos os lados”.

“A classe [artística] não gostou nem um pouco da participação dela. Nem os próprios bolsonaristas. Então, foi uma inútil passagem para a biografia dela”, disse Fagundes.

Sobre a sucessão na pasta — o ator Mário Frias é o mais cotado para assumir o cargo –, Fagundes não demonstra otimismo.

“Enquanto o governo estiver interessado em sucatear a educação, a cultura e todas as conquistas que tivemos até hoje, nada vai resolver. Nem a economia resolverá com qualquer pessoa que se coloque lá. […] Quem entrar em ministério e tiver que obedecer às ordens desse governo autoritário, vai ter problemas. A gente está vendo isso, inclusive, no Ministério da Saúde no auge de uma pandemia.”

Ao citar a pandemia da Covid-19, Fagundes criticou o governo Bolsonaro.

“Um governo que diz ‘e daí?’ para quase 20 mil mortos não vai levar em conta dez ou 20 intelectuais que venham a morrer. […] Flávio Migliaccio faz falta e fez muita diferença nos anos em que esteve com a gente. Assim como Lima Duarte e todos que se preocupam com a cultura e com uma sociedade mais justa.”

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....