Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Zambelli admite uso de verba pública para participar de marcha nos EUA

No Instagram, deputada bolsonarista rebateu críticas pelo uso do dinheiro e alegou que a Câmara a enviou em missão oficial para “defender a vida”
Zambelli admite uso de verba pública para participar de marcha nos EUA
Foto: Marcos Corrêa/PR

Carla Zambelli (foto) admitiu na terça-feira (25) ter utilizado verba pública em sua viagem aos EUA para participar da Marcha Nacional pela Vida, contra o aborto, realizada em Washington no último sábado (22).

No Instagram, a deputada rebateu críticas pelo uso do dinheiro e alegou que a Câmara a enviou em missão oficial para “defender a vida”. Segundo ela, os questionamentos sobre as despesas são uma “desculpa esfarrapada dos apologistas da morte”.

“Embora as passagens não tenham sido pagas pela Câmara, eles utilizaram as 4 diárias que recebi (como qualquer outro deputado em missão) para justificar os ataques”, acrescentou Zambelli.

Segundo o portal da Câmara, a viagem de Zambelli, entre 19 e 23 de janeiro, teve o objetivo de “participar do evento March for Life e de visita ao Parlamento americano” e requereu o pagamento de quatro diárias e meia no valor de R$ 2.431,04 cada uma, totalizando R$ 10.939,68.

Após a publicação desta nota, a assessoria de Carla Zambelli enviou nota a O Antagonista dizendo que a informação de que a deputada admitiu uso de verba pública é uma “inverdade”.

O argumento é o de que, em 18 de janeiro, Zambelli já havia dito à Folha que “viajaria em missão com passagens custeadas com recursos próprios e que haveria diárias custeadas pela Câmara, o que lhe é por direito regimental”.

Diárias custeadas pela Câmara são… verba pública.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....