Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Uma semana após julgamento, Mendonça ainda é alvo de bolsonaristas

O presidente, por sua vez, defendeu hoje a sua indicação ao STF e disse que sugestão de pena de aliado era uma "alternativa" menos injusta
Uma semana após julgamento, Mendonça ainda é alvo de bolsonaristas
Reprodução/redes sociais

Mais de uma semana após ter votado a favor da condenação do deputado federal Daniel Silveira (PTB-RJ), o ministro do STF André Mendonça ainda está sendo criticado nos grupos de mensagens bolsonaristas.

Ao longo dos últimos dias, circularam figurinhas de Mendonça sendo chamado de “traíra” por aliados de Jair Bolsonaro.

Hoje, em entrevista à Rádio Metrópole FM, o presidente da República tentou defender a sua indicação ao STF.

“Alguns criticam dizendo que o André Mendonça devia ter pedido vista. Eu não mando no voto deles. Eu posso conversar com eles? Posso, como converso com qualquer um dos outros nove. Mas não tá certo isso [pedir vista]. O caso ia ficar cozinhando aí. Todo mundo sofrendo. Vote logo, decide logo essa questão. Eu não pedi para ele pedir ou não pedir vista. O processo chegou ao final”, declarou Bolsonaro.

“O André não ficou no meio do caminho. Ele ficou bem antes do meio do caminho. Ele não deu inelegibilidade. Deu dois anos de detenção. Essa foi a dosimetria do André. Seria uma alternativa para uma punição menos injusta”, acrescentou o presidente.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....