Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Trad: se Lira quiser, pode botar PEC da 2ª Instância para votação em plenário

Relator da PEC respondeu ao presidente da Câmara, que o acusou de agir fora do regimento
Trad: se Lira quiser, pode botar PEC da 2ª Instância para votação em plenário
Montagem: O Antagonista, com fotos de Paulo Sergio e Michel de Jesus/Câmara dos Deputados

O deputado federal Fábio Trad (PSD-MS; foto à esq.), relator na Câmara da PEC da Prisão em 2ª Instância, respondeu nesta quinta (16) a um pronunciamento de Arthur Lira, que o acusou de agir “fora do regimento” ao retirar de pauta o relatório na comissão especial.

“A decisão de retirada do relatório tem base regimental e foi amparada pela orientação do consultor legislativo que atua na comissão especial, Alessandro Gagnor Galvão, com a ciência prévia do presidente da comissão especial, deputado Aliel Machado (PSB-PR) e a concordância do autor da PEC, deputado Alex Manente (Cidadania-SP)”, disse Trad a O Antagonista.

“Uma vez que, além de ter havido mudanças repentinas no colegiado, surgiu necessidade de alterações que, aliás, foram feitas e o relatório está sendo protocolado hoje”, acrescentou Trad.

“Se o presidente Lira quiser, basta avocar [chamar] a PEC e submetê-la ao plenário”.

Na quarta da semana passada (8), como mostramos, Trad tirou o relatório de pauta depois de líderes do Centrão mudarem de última hora a escalação da comissão.

Leia mais:

Lira admite não haver “vontade” para votar PEC da Prisão em 2ª Instância

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....