Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

TJ do Rio tranca caso da Lava Jato com advogados de Lula entre os réus

Juiz disse não ver evidência de que contratação de Cristiano Zanin, Roberto Teixeira e outros visou influir em julgamentos e anulou delação de Orlando Diniz
TJ do Rio tranca caso da Lava Jato com advogados de Lula entre os réus
Foto: Filipe Araújo/Fotos Públicas

O Tribunal de Justiça do Rio trancou a investigação da Lava Jato fluminense sobre um suposto desvio de R$ 151 milhões do Sistema S, informa o site Metrópoles.

A decisão foi assinada nesta segunda (4) pelo juiz Marcello Rubioli. Entre os 26 réus estavam Cristiano Zanin (foto) e Roberto Teixeira, advogados de Lula; Tiago Cedraz, filho do ministro do TCU Aroldo Cedraz; e Caio Rocha, filho do ex-presidente do STJ Cesar Asfor Rocha.

Em setembro de 2020, Marcelo Bretas autorizou a Operação Esquema S, que mirou em grandes escritórios de advocacia do país. Os advogados Frederick Wassef, advogado de Jair e Flávio Bolsonaro, e Ana Tereza Basílio, advogada de Wilson Witzel, também foram alvos da Polícia Federal.

De acordo com a denúncia do MPF, o grupo teria um esquema de tráfico de influência em entidades como Fecomércio, Sesc e Senac do Rio. Para o juiz, não há evidências de que a contratação dos advogados teria o único objetivo de influenciar julgamentos em tribunais superiores.

Além de trancar o caso, Rubioli decidiu anular a colaboração premiada entre o MPF e Orlando Diniz, ex-presidente da Fecomércio do Rio. A delação havia sido homologada por Bretas, que deixou de ser responsável pelo processo por decisão do STF.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....