Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Temer diz que emendas secretas devem ser "eliminadas"

O ex-presidente afirmou, em entrevista em Lisboa, que o instrumento tem gerado muito "conflito" e "tem sido objeto de muita crítica"
Temer diz que emendas secretas devem ser “eliminadas”
Reprodução/IDP/YouTube

O ex-presidente Michel Temer (foto) afirmou, em Lisboa, que as emendas secretas geram “conflito” e deveriam ser “eliminadas”. A declaração foi dada em entrevista à CNN, durante o fórum jurídico organizado pelo instituto de Gilmar Mendes.

Como mostramos, em um painel, Temer defendeu a implementação do semipresidencialismo no Brasil.

Para o ex-presidente, é necessário que os parlamentares mantenham vínculos com seus estados, mas as emendas não são o caminho ideal.

“Os deputados muito legitimamente têm que ter verbas para encaminhar a estados e municípios. Mas (as emendas) não me parecem muito úteis, têm sido objeto de muita crítica. (Os deputados) deveriam pensar em eliminar ou em outra estratégia. Se está sendo conflituoso, deve ser eliminado.”

As emendas secretas foram suspensas pelo STF depois que o governo usou o mecanismo sem escrúpulos para comprar parlamentares e aprovar a PEC dos Precatórios.

Temer também afirmou que o presidente precisa ser aliado do Congresso para governar.

“No Brasil há muito a consciência de que o presidente pode tudo, e não pode. Ele só pode se tiver o apoio do Congresso Nacional. Por tanto, quem governa o país é a conjunção do Executivo com o Legislativo e eu realmente fiz isso.”

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....