Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

TCU cobra R$ 2,81 mi de Janot e Dallagnol por passagens e diárias

Na prática, quando alguém é citado numa tomada de contas especial recebe o boleto e decide por pagar ou apresentar defesa
TCU cobra R$ 2,81 mi de Janot e Dallagnol por passagens e diárias
Foto: Divulgação

O ministro Bruno Dantas, do Tribunal de Contas da União, determinou que procuradores devolvam os valores das passagens e viárias em até 15 dias ou apresentem defesa. A cobrança chega a R$ 2,81 milhões ao ex-procurador-geral da República, Rodrigo Janot, e aos ex-chefes da Lava Jato em Curitiba Deltan Dallagnol e João Vicente Romão.

Mais cedo, a Corte responsabilizou procuradores em razão do gasto em diárias e passagens na Operação Lava Jato.

Na prática, quando alguém é citado numa tomada de contas especial recebe o boleto e decide por pagar ou apresentar defesa.

Em publicações nas redes sociais nesta tarde, Deltan criticou a decisão da Corte, citou o caso do PowerPoint e disse que os fatos mostram que o “sistema quer vingança contra quem lutou contra a corrupção”. 

A decisão foi tomada em decisão unânime, acompanhando o relatório de Bruno Dantas. Segundo o MP junto ao TCU, Janot e Dallagnol poderiam ter optado por opções de passagens mais econômicas.

Deltan afirmou também que foi adotado o modelo mais econômico possível no pagamento de diárias, para que especialistas em corrupção e lavagem de dinheiro de várias partes do país pudessem trabalhar na força-tarefa.

Segundo os valores fixados pelo TCU, Antonio Carlos Welter receberá conta no valor de R$ 489 mil; Orlando Martello Junior, R$ 479 mil; Januario Paludo, R$ 343 mil; Carlos Fernando dos Santos Lima, R$ 308 mil; Isabel Vieira, R$ 325 mil; Diogo Castor, R$ 389 mil; Jerusa Viecili, R$ 105 mil.

WhatsApp Image 2022 04 12 at 18.25.04 1024x494

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....