Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Tarcísio: CNPJ da Itapemirim aérea não estava em recuperação judicial

Ministro buscou justificar decisão da Anac de aprovar licença da Itapemirim para voar
Tarcísio: CNPJ da Itapemirim aérea não estava em recuperação judicial
Reprodução/TV BrasilGov/YouTube

O ministro Tarcísio de Freitas disse nesta segunda (20) que o CNPJ da empresa aérea Itapemirim tinha “todas as certidões negativas”, enquanto a empresa de ônibus estava em recuperação judicial.

“Quando deste processo de certificação, alguns questionamentos foram feitos pela agência reguladora [Anac] à equipe da recuperação judicial”, disse o ministro, em coletiva de imprensa transmitida pela TV Brasil.

A Anac é vinculada ao Ministério da Infraestrutura, chefiado por Tarcísio.

“Se questionou o administrador judicial, se questionou o juiz da recuperação judicial. E se questionou o Ministério Público estadual, que acompanha esse processo de recuperação judicial”, acrescentou o ministro.

“E quem respondeu foi o Ministério Público. Havia uma diferença de CNPJ, ou seja, quem está em recuperação judicial é a empresa rodoviária. E esse CNPJ que nasceu com a empresa áerea tinha todas as certidões negativas. E isso também foi uma checagem feita pela agência reguladora. Então nós tínhamos a certidão negativa fiscal, trabalhista, previdenciária”, disse Tarcísio.

Em outubro de 2020, há pouco mais de um ano, Tarcísio reuniu-se com integrantes da Itapemirim para tratar de novos investimentos no setor aéreo.

“Na ocasião, os executivos apresentaram a proposta do grupo para entrar no setor de aviação comercial em 2021”, publicou o Ministério da Infraestrutura, na época.

Leia mais:

Tarcísio: ‘Esse problema da Itapemirim para nós é muito grave’

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....