Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

STJ vai decidir em 1º de fevereiro sobre volta de sessões remotas

Outros tribunais do país também estudam adiar os julgamentos presenciais, em razão do aumento de casos da variante Ômicron
STJ vai decidir em 1º de fevereiro sobre volta de sessões remotas
Foto: Rafael Luz/STJ

Com o aumento de casos de Covid e Influenza no país, os ministros do Superior Tribunal de Justiça (STJ) vão decidir em 1º de fevereiro, em sessão extraordinária, se a Corte poderá voltar com as sessões por videoconferência ou se as atividades continuarão presenciais. 

O Antagonista já havia antecipado a possibilidade dessa discussão. 

A sessão será realizada de forma híbrida e terá início logo após a sessão da Corte Especial que marca o começo do ano. A convocação foi assinada pelo vice-presidente, ministro Jorge Mussi, no exercício da presidência, e publicada no Diário da Justiça eletrônico.

Outros tribunais estudam adiar a volta presencial em razão do aumento de casos da variante Ômicron no país.

Como mostramos, a ministra Rosa Weber, presidente em exercício no plantão do Supremoautorizou o regime de teletrabalho na Corte até 31 de janeiro. O tribunal está em recesso e os ministros retornarão às atividades em fevereiro.

Em relação ao Supremo, O Antagonista apurou que, se os casos continuarem subindo, pode ser que também haja uma medida de contenção.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....