Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

STJ nega recurso de Bia Kicis em caso de censura a Crusoé

Em 2020, deputada foi à Justiça para que a revista retirasse do ar texto que apontava falta de empenho dos bolsonaristas na aprovação da PEC da 2ª Instância
STJ nega recurso de Bia Kicis em caso de censura a Crusoé
Foto: Paulo Sergio/Câmara dos Deputados

O STJ rejeitou nesta terça-feira, 22, recurso especial apresentado por Bia Kicis (foto) no caso da tentativa de censura da deputada federal do PL contra uma reportagem de Crusoé.

Por unanimidade, a Terceira Turma do STJ manteve o entendimento do TJ-DF, que em setembro passado negou os pedidos de indenização e de censura apresentados pela bolsonarista com o argumento de que “deve ser privilegiada a livre manifestação do pensamento, eis que essencial ao regime democrático”.

Em agosto de 2020, Bia Kicis recorreu à Justiça para que a revista retirasse do ar texto sobre a tramitação da PEC da Segunda Instância. Publicada em 17 de julho daquele ano, a reportagem mostrava os empecilhos no Congresso para a aprovação da proposta e mencionava a falta de empenho de bolsonaristas, como a própria Kicis, na defesa pública da PEC.

LEIA MAIS na Crusoé; assine a revista e apoie o jornalismo independente.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....