Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

STJ mantém prisão de empresário envolvido em lavagem de dinheiro

Segundo as investigações, o grupo firmou 1.178 contratos de câmbio e realizou consecutivas remessas de valores ao exterior, manipulando declarações
STJ mantém prisão de empresário envolvido em lavagem de dinheiro
Foto: Gustavo Lima/STJ

O vice-presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro Jorge Mussi, no exercício da presidência, negou pedido de liberdade de um empresário preso preventivamente sob a acusação de envolvimento em esquema de lavagem de mais de 100 milhões de dólares com a falsificação de documentos aduaneiros.

Os fatos foram investigados na Operação Masqué III, deflagrada em conjunto por Receita Federal, Polícia Federal e Ministério Público Federal. Segundo as investigações, o grupo firmou 1.178 contratos de câmbio e realizou consecutivas remessas de valores ao exterior, manipulando indevidamente declarações de importações de produtos.

“A tese de relaxamento da prisão para cuidar de filho doente não foi analisada pelo Tribunal Regional Federal da 2ª Região. Neste caso, considero inviável a análise do assunto no âmbito do STJ, sob pena de indevida supressão de instância”, disse o ministro.

Jorge Mussi também destacou trechos da decisão do TRF-2 que negou a revogação da prisão preventiva.

“Entre os pontos levantados, o tribunal apontou indícios de reiteração criminosa e de recebimento de inúmeros depósitos sem o devido lastro, o que deu causa à comunicação ao Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf)”, disse.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....