Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

STF marca para 20 de abril julgamento de ação penal de Daniel Silveira

Semana passada, Silveira descumpriu decisão judicial e voltou a criticar ministro do Supremo durante evento conservador em São Paulo
STF marca para 20 de abril julgamento de ação penal de Daniel Silveira
Foto: Câmara dos Deputados

O Supremo Tribunal Federal marcou para 20 de abril o julgamento da ação penal contra o deputado Daniel Silveira (foto). A tendência é a de que os ministros decidam pela condenação do parlamentar. O deputado é pré-candidato ao Senado pelo Rio de Janeiro.

A Corte havia definido que o julgamento ficaria para maio, mas ministros a antecipação após novas condutas do parlamentar.

Ontem, na tribuna da Câmara, Silveira disse que não cumpriria decisão do ministro Alexandre de Moraes, do STF, que determinou o uso de tornozeleira eletrônica e proibiu o parlamentar de participar de eventos públicos.

A declaração ocorreu logo após Moraes reiterar a instalação imediata da tornozeleira eletrônica no parlamentar. Moraes ainda disse que, caso seja necessário, o procedimento pode ocorrer “nas dependências da Câmara dos Deputados, em Brasília/DF, devendo esta CORTE ser comunicada imediatamente”.

Como mostramos, a decisão recente de Moraes se deu após Silveira descumprir decisão judicial e voltar a criticar o ministro do Supremo durante evento em São Paulo.

Em vídeo gravado para um ativista, o parlamentar bolsonarista, sem citar o nome do ministro, diz que ele “está cometendo muitas inconstitucionalidades”.

Em outro vídeo do canal Parlatório Livre, também incluído na ação, Silveira fala que teve cerceado seu direito de fala.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....