Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

STF forma maioria para manter prisão preventiva de bolsonarista Zé Trovão

As ministras Rosa Weber e Cármen Lúcia seguiram o relator, ministro Luís Roberto Barroso; Alexandre de Moraes se declarou impedido 
STF forma maioria para manter prisão preventiva de bolsonarista Zé Trovão
Reprodução/redes sociais

A Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) formou maioria de votos contra a soltura do caminhoneiro bolsonarista Marcos Antônio Pereira Gomes, conhecido como Zé Trovão (foto).

As ministras Rosa Weber e Cármen Lúcia seguiram o relator, ministro Luís Roberto BarrosoAlexandre de Moraes se declarou impedido para participar do julgamento.

Para Barroso, a defesa do caminhoneiro não apresentou argumentos suficientes para modificar a decisão de prisão. Ainda segundo o ministro, há uma questão processual: não é possível apresentar habeas corpus no STF questionando decisão de um outro ministro.

A defesa pedia que o caminhoneiro passasse a ficar em prisão domiciliar e usando tornozeleira eletrônica.

Em outubro, Zé Trovão se entregou à polícia. Antes mesmo de ter uma ordem de prisão decretada pelo ministro Alexandre de Moraes, ele deixou o país e foi para o México, de onde continuou a fazer vídeos incentivando atos antidemocráticos no 7 de Setembro.

Em agosto, ele foi proibido de usar as redes sociais. Mesmo assim, participou de uma transmissão de vídeo feita pelo blogueiro bolsonarista Oswaldo Eustáquio, na qual continuou incitando a realização de atos contra o STF. A Procuradoria-Geral da República (PGR), então, pediu a prisão dele.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....