Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

STF coloca em sigilo inquérito sobre interferência de Bolsonaro na PF

Investigação é relatada pela ministra Cármen Lúcia; sigilo foi colocado após presidente ter avisado Milton Ribeiro que PF estaria articulando operação
STF coloca em sigilo inquérito sobre interferência de Bolsonaro na PF
Foto: Marcos Corrêa/PR

O Supremo Tribunal Federal (STF) colocou em sigilo as investigações sobre suposta interferência do presidente Jair Bolsonaro sobre a Polícia Federal. O inquérito tem relatoria da ministra Cármen Lúcia.

O caso passou a ter acesso restrito após o juiz federal Rento Borelli, da Seção Judiciária do Distrito Federal, enviar os autos da Operação Acesso Pago ao STF. O juiz apontou indícios de interferência de escalões superiores nas operações da Polícia Federal. 

Numa conversa entre Milton Ribeiro e sua filha, interceptada pela PF, o ex-ministro menciona telefonema de Bolsonaro para avisá-lo que estava com “pressentimento” de que haveria busca e apreensão na casa de Ribeiro.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....