Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Sobre 'Moro 2022', Girão alerta para "alianças que podem mais atrapalhar que ajudar"

O senador pelo Ceará disse que o Brasil ganha com a possível candidatura do ex-juiz, que "personifica o resgate de valores inegociáveis"
Sobre Moro 2022, Girão alerta para “alianças que podem mais atrapalhar que ajudar”
Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

O senador Eduardo Girão (foto), que se declara independente, é do Podemos, partido ao qual Sergio Moro vai se filiar no próximo dia 10.

Girão disse a O Antagonista que “o Brasil ganha” com eventual candidatura do ex-juiz ao Planalto em 2022.

“Quem sabe o Moro possa terminar o trabalho que começou, liderando o renascimento da Lava Jato, patrimônio imaterial do povo brasileiro, símbolo de enfrentamento ao crime organizado.”

Para o senador, Moro “personifica o resgate de valores inegociáveis e que, ultimamente, têm sido devastados por ação ou omissão dos três Poderes da República”.

Sobre a vaga de vice em uma chapa que seria encabeçada por Moro, no entanto, o senador fez um comentário em tom de alerta:

“O grande desafio será escolher um vice também com valores e princípios, evitando cair em armadilhas da má política, com alianças que podem mais atrapalhar que ajudar.”

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....