Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Só agora, Maia?

Só agora, Maia?
Foto: Adriano Machado/Crusoé

“Houve e há uma chance de ruptura institucional.” 

A frase é de Rodrigo Maia, em conversa com a Folha de S. Paulo. Ele só percebeu isso às vésperas da derrota de seu candidato para o de Jair Bolsonaro.

Ele disse também:

“A eleição da Câmara é um divisor de águas nesse assunto. Acho que o presidente da Câmara precisa ser alguém que não seja dependente do governo e que não deva sua eleição ao presidente da República. Com isso, o presidente se sentirá forte o suficiente para ampliar o conflito com as instituições democráticas, o Congresso e o Supremo Tribunal Federal.”

Depois de garantir por um ano que os crimes de Jair Bolsonaro na epidemia ficariam impunes, Rodrigo Maia resolveu acordar. Tarde demais.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....