Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Sergio Moro vai acionar Lucas Furtado por "abuso de poder"

Procurador desistiu de arquivar o processo sobre o contrato com a Alvarez & Marsal e pediu a indisponibilidade de bens de Moro, acusando-o de sonegação
Sergio Moro vai acionar Lucas Furtado por “abuso de poder”
Foto: Adriano Machado/Crusoé

Sergio Moro soltou nota à imprensa para repudiar a perseguição empreendida por Lucas Furtado no TCU e disse que vai representá-lo por abuso de autoridade. Como registramos há pouco, o procurador desistiu de arquivar o processo sobre o contrato do ex-juiz com a Alvarez & Marsal e resolveu pediu a indisponibilidade de bens de Moro, acusando-o de sonegação.

Segundo Moro, “causa perplexidade” a suposição sobre alguma irregularidade tributária. “Já prestei todos os esclarecimentos necessários e coloquei à disposição da população os documentos relativos a minha contratação, serviços e pagamentos recebidos, inclusive com os tributos recolhidos no Brasil e nos Estados Unidos.”

Para o presidenciável do Podemos, “fica evidenciado o abuso de poder perpetrado por este procurador”. Ele lembra que Furtado reconheceu que o TCU não teria competência para fiscalizar sua “relação contratual com uma empresa de consultoria privada”.

Mais uma vez, o TCU não tem atribuição para fazer fiscalização tributária e cobrança de impostos, que são de competência da Receita Federal.

“Minha vida pública e privada é marcada pela luta contra a corrupção e pela integridade, nada tenho a esconder. Fica evidenciado o abuso de poder perpetrado por este Procurador do TCU. Pretendo representá-lo nos órgãos competentes, como já fez o Senador da República, Alessandro Vieira, e igualmente promover ação de indenização por danos morais. O cargo de Procurador do TCU não pode ser utilizado para perseguições pessoais contra qualquer indivíduo.”

 

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....