Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Senador do Podemos não vai mais apoiar Moro: "Não foi eu quem quebrei a coerência"

Styvenson Valentim, do Rio Grande do Norte, sempre foi contra uma possível aliança entre o ex-juiz da Lava Jato e o União Brasil
Senador do Podemos não vai mais apoiar Moro: “Não foi eu quem quebrei a coerência”
Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

O senador Styvenson Valentim (foto), do Podemos do Rio Grande do Norte, não conseguiu esconder sua decepção ao ser informado de que Sergio Moro poderá se filiar à União Brasil.

“É a vontade dele, ninguém pode fazer nada. Mas fiquei surpreso de saber pela imprensa. Os outros senadores também não tinham conhecimento.”

Valentim sempre foi contra essa possível aliança entre o ex-juiz e o partido resultante da fusão entre o DEM e o PSL. Para o senador, Moro vai em busca de “fundo partidário e capilaridade” para as eleições e deixa para trás o Podemos, “que tem valores, retidão, compromisso, palavra”.

Como noticiamos mais cedo, não é mais certo que Moro será candidato ao Planalto. De toda forma, Valentim já deixa claro que não apoiará o ex-juiz.

“Se ele muda de partido, acho incompatível, pelo menos no meu estado, que tem ex-parlamentares do DEM investigados pela Lava Jato. Não tenho como me associar a tudo isso. Mantenho minha retidão e minha coerência. Não foi eu quem quebrei a palavra, a coerência.”

Leia também: Kajuru, sobre saída de Moro do Podemos: “Que ele siga a vida dele e pronto”

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....