Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Senador condenado gastou R$ 8,6 mil do cotão para abastecer jatinho em maio

Senador condenado gastou R$ 8,6 mil do cotão para abastecer jatinho em maio
Brasília - O relator, senador Acir Gurgacz, durante entrega seu parecer sobre pedido do TCU para rejeição de contas do governo de 2014, à presidente da CMO, senadora Rose de Freitas (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

O senador condenado Acir Gurgacz, do PDT de Rondônia, que cumpre pena em regime aberto, continua gastando a cota parlamentar para abastecer aeronaves durante a pandemia da Covid-19.

O chamado cotão é dinheiro público que pode ser usado pelos congressistas para quase tudo o que você imaginar.

De acordo com o Portal da Transparência do Senado, houve dois pagamentos no mês de maio para o abastecimento de jatinhos.

Pelas informações que constam nas notas fiscais apresentadas ao Senado para ressarcimento, os abastecimentos foram feitos no município de Ji-Paraná, o segundo mais populoso de Rondônia, e em Brasília — muito provavelmente uma viagem de ida e volta para a capital federal.

Total das despesas prontamente ressarcidas pelo Senado: R$ 8.612,46.

Em outubro de 2018, o senador pedetista foi preso por determinação da Primeira Turma do STF após condenação a 4 anos e 6 meses por desvio de finalidade na aplicação de empréstimo de banco público. Rapidinho, porém, ele conseguiu autorização para exercer o mandato durante o dia e dormir no presídio da Papuda, em Brasília, à noite.

Em maio do ano passado, Gurgacz passou a cumprir a pena em casa e a circular pelo Senado mais à vontade. E a voar de jatinho com dinheiro público durante uma pandemia.

Nota1 568x353 Nota2 566x353

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....