Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Após PEC kamikaze, senador promete texto para motoristas de aplicativos e mototaxistas

Eduardo Braga diz que falta de dados confiáveis sobre quantos iriam receber valores impediu inclusão na PEC Kamikaze; texto agora vai à Câmara
Após PEC kamikaze, senador promete texto para motoristas de aplicativos e mototaxistas
Foto: André Bueno/CMSP

O senador Eduardo Braga (MDB-AM) disse que apresentará uma nova Proposta de Emenda à Constituição (PEC) estendendo os benefícios do vale-gasolina dos taxistas também aos mototaxistas e motoristas por aplicativos.

A inclusão dos taxistas na chamada “PEC Kamikaze”, que abre R$ 41 bilhões no orçamento para aumentar o Auxílio Brasil e instituir programas sociais a três meses da eleição, ocorreu já durante a votação em plenário. Segundo Braga, as outras categorias ficaram de fora por falta de dados confiáveis sobre quem são.

“Como não havia como o governo federal ter certeza do cadastramento em relação aos motoristas de aplicativos e mototaxistas, acabou se aprovando um recurso para atender aos taxistas, que também estão sofrendo com o preço dos combustíveis”, disse o senador para a CNN. “O governo federal não se sentiu seguro em manter o compromisso com os motoristas de aplicativo e mototaxistas por não ter um cadastro confiável para pagar no prazo de urgência.”

A ideia agora é protocolar uma nova PEC especialmente para estes grupos. “Através de uma PEC autônoma, estabelecendo critérios de credenciamento, estabelecemos um benefício para estas outras categorias, se o cenário se mantiver como estamos vendo no Brasil”, disse.

Ex-ministro de Minas e Energia no governo Dilma, Braga disse que o momento é o correto para a aprovação do pacotão. “Nós, que não apoiamos o governo, estamos tomando a decisão de ajudar a população, porque a população não aguenta mais tanto sofrimento”, disse.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....