Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

'Se homens engravidassem, interromper a gravidez de alguém com 11 anos seria natural'

O ex-ministro do STF Carlos Ayres Britto se pronunciou sobre o caso da menina que fez aborto após ter sido estuprada em Santa Catarina
Se homens engravidassem, interromper a gravidez de alguém com 11 anos seria natural
Foto: Agência Brasil

O ex-ministro do STF Carlos Ayres Britto (foto) se pronunciou nesta sexta-feira (24) no Twitter sobre o caso da menina de 11 anos que fez aborto após ter sido estuprada em Santa Catarina. Ele escreveu:

Se nós, homens, engravidássemos, interromper a gravidez de uma pessoa com apenas 11 anos de idade seria a coisa mais natural, mais civilizada e justa deste mundo.”

Ontem, como mostramos, Jair Bolsonaro criticou a decisão do MPF de recomendar que o Hospital Universitário (HU) de Florianópolis realizasse o procedimento, independente de tempo gestacional ou autorização judicial. Antes, a unidade havia negado fazer o aborto, pois a criança estava com 22 semanas e 2 dias de gestação.

“Um bebê de SETE MESES de gestação, não se discute a forma que ele foi gerado, se está amparada ou não pela lei. É inadmissível falar em tirar a vida desse ser indefeso!”, afirmou Bolsonaro no Twitter.

“A única certeza sobre a tragédia da menina grávida de 7 meses é que tanto ela quanto o bebê foram vítimas, almas inocentes, vidas que não deveriam pagar pelo que não são culpadas, mas ser protegidas do meio que vivem, da dor do trauma e do assédio maligno de grupos pró-aborto”, acrescentou.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....