Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Relatora diz que escolha de ministro do STF deve se ater à "preservação do Estado laico"

Para Eliziane Gama, André Mendonça tem "notório saber jurídico e reputação ilibada" e sua indicação "atende aos requisitos constitucionais"
Relatora diz que escolha de ministro do STF deve se ater à “preservação do Estado laico”
Reprodução/TV Senado

A relatora da indicação de André Mendonça ao STF, Eliziane Gama (foto), disse há pouco, durante a sabatina na CCJ do Senado, que a escolha de um ministro da Suprema Corte deve se ater à “preservação do Estado moderno, laico e democrático”.

“É importante salientar, com ênfase e vigor, que a reforma protestante foi um vetor fundamental para a construção da democracia ocidental, tal como a conhecemos hoje. Nas constituições dos Estados Unidos, do Brasil e dos países europeus, o pensamento da reforma está presente e plasmado em letras gloriosas”, disse.

Segundo a senadora, o fato de Mendonça ser evangélico dá a ele “grandes responsabilidades e compromissos com o Estado laico e a democracia”.

“Este é um momento importante para afirmar princípios republicanos e também para superar
preconceitos, muitos deles artificiais e reforçados por falas enviesadas do próprio presidente da República”, disse Eliziane.

Na avaliação da senadora, André Mendonça honrou a administração pública como “servidor dedicado e diligente”, tem “notório saber jurídico e reputação ilibada” e sua indicação “atende aos requisitos constitucionais”.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....