Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Relator do orçamento destinou R$ 11 milhões para hospital gerido por amigo

A Santa Casa da Amazônia, administrada por um amigo do senador Márcio Bittar, é acusada de cometer fraude para receber os recursos
Relator do orçamento destinou R$ 11 milhões para hospital gerido por amigo
Foto: Pedro França/Agência Senado

Relator do Orçamento de 2021, o senador Márcio Bittar (foto) encaminhou R$ 11 milhões em emendas do Fundo Nacional de Saúde para a Santa Casa da Amazônia, em Rio Branco, diz O Globo. Administrada por um amigo do parlamentar, a entidade é acusada de cometer fraude para receber os recursos.

Em março, o Ministério Público Federal entrou com uma ação na Justiça para pedir a anulação do repasse.

De acordo com o MPF, o administrador do hospital, o ex-deputado federal José Aleksandro da Silva, lançou mão de estratégias de confusão patrimonial para que o dinheiro chegasse ao destino.

“O hospital que ele comandava inicialmente se chamava Santa Casa de Rio Branco. Criada em 1975, a unidade acumulou dívidas trabalhistas e tributárias, o que a impedia de receber verbas públicas. Nesse cenário, de acordo com o procurador Lucas Almeida, responsável pela investigação, Aleksandro reativou o CNPJ de uma outra entidade, com o nome de Santa Casa da Amazônia, para onde foram destinadas as emendas de Bittar. Os dois hospitais, porém, funcionam no mesmo endereço, em Rio Branco, capital do estado”, escreve o jornal carioca.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....