Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Relator diz que houve acordo com governo para apenas um veto na Lei de Abuso de Autoridade

Relator diz que houve acordo com governo para apenas um veto na Lei de Abuso de Autoridade
Arte: O Antagonista

Na noite de ontem, quase madrugada, após a aprovação da Lei de Abuso de Autoridade, o relator da matéria, deputado Ricardo Barros (PP), deu uma entrevista à TV Câmara ainda no plenário.

Além de defender a proposta, ele disse haver um acordo com o governo para que Jair Bolsonaro vete apenas o trecho que considera crime de abuso de autoridade usar de algemas ou de qualquer outro objeto que restrinja o movimento de um preso que não apresentar resistência à detenção — pelo texto aprovado, a autoridade pode pegar de 6 meses a 2 anos de reclusão.

Barros afirmou exatamente o seguinte:

“Se criou um ruído muito forte em torno disso e se o presidente entender que deva vetar essa parte do projeto, não há nenhuma resistência, foi conversado isso com os senhores líderes, embora eu considere que o texto é apropriado. Mas este é o único ponto que ficou, vamos dizer, negociado aqui que poderá haver veto e foi falado pelo líder do governo Vitor Hugo que nós aceitaríamos a negociação do veto.”

Pouco antes da votação do mérito no plenário, Ricardo Barros estava em reunião na liderança do governo na Câmara.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....