Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Rejeição definirá vencedor em 2022

Lula, Ciro e Moro ostentam taxas de rejeição semelhantes, mas o ex-juiz tem mais chances de reverter imagem negativa e mostra potencial eleitoral de 40%
Rejeição definirá vencedor em 2022
Foto: Daniel Medeiros/O Antagonista

A pesquisa da Ponteio Política, que trouxe pela primeira vez Sergio Moro com intenções de voto na casa dos dois dígitos, mostra que a eleição de 2022 poderá ser definida pela rejeição.

Com 61% de desaprovação, Jair Bolsonaro é carta fora do baralho — ele perde no segundo turno para todos os candidatos.

Restam Lula (43%), Ciro Gomes (45%) e Sergio Moro (47%) com rejeições em patamar semelhante, com a diferença que o ex-presidiário mantém um alto recall (40%).

Pesquisas qualitativas já demonstraram que a rejeição de Lula dificilmente será revertida, pois sua gestão é associada às palavras “corrupção e falsidade” — fruto de escândalos, como mensalão e petrolão.

Moro, porém, é rejeitado por “decepção e parcialidade”, resultado das narrativas bolsonarista e petista, que podem ser mais facilmente desmontadas por um sistema de comunicação eleitoral eficiente.

Isso fica mais claro quando 15% dos entrevistados dizem que votariam no ex-juiz da Lava Jato com certeza e outros 25% consideram essa possibilidade, resultando num potencial eleitoral de 40%. 

rejeicao 617x353

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....