Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Reforma eleitoral anti-Moro impõe quarentena até a Alessandro Vieira

Se o texto for aprovado, senador, que foi delegado da Polícia Civil de Sergipe até 2018, não poderá se candidatar em 2022; 'casuísmo baixo', comentou ele
Reforma eleitoral anti-Moro impõe quarentena até a Alessandro Vieira
Foto: Pedro França/Agência Senado

Se for aprovada pelo Congresso para vigorar nas próximas eleições, a reforma do Código Eleitoral, além de impedir a candidatura de Sergio Moro, colocará sob quarentena Alessandro Vieira, que foi delegado da Polícia Civil de Sergipe até 2018.

O texto impõe um prazo de cinco anos até que servidores da Polícia Civil possam se candidatar, o que impediria o senador do Cidadania de disputar o governo de Sergipe em 2022. Vieira chamou a proposta de “casuísmo baixo, além de inconstitucional”.

LEIA AQUI a reportagem de André Spigariol na Crusoé; assine a revista e apoie o jornalismo independente.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....