Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

"Quem é a cara do Brasil"

"Para esta eleição, a pauta de costumes chega mais forte do que em campanhas anteriores", diz a Crusoé
“Quem é a cara do Brasil”
Capa: Daniel Medeiros/Crusoé - Foto: Ricardo Stuckert/Lula/Flickr e Adriano Machado/Crusoé

“Para esta eleição, a pauta de costumes chega mais forte do que em campanhas anteriores”, diz a reportagem de capa da Crusoé, assinada por Duda Teixeira.

Leia um trecho:

“O aborto legal de um feto de sete meses em uma menina de 11 anos, realizado em um hospital universitário de Santa Catarina, causou comoção no país. O presidente Jair Bolsonaro publicou fotos de bebês nas redes sociais, disse que pediria uma investigação sobre possíveis abusos na interrupção da gravidez e que se tratava de tirar a vida de um ser indefeso. ‘Para vocês e todos os que promoveram essa barbárie, somente uma dessas vidas importa e a outra pode ser descartada numa lata de lixo, mesmo que exista chance de se evitar isso’, escreveu o presidente. Seu principal rival nas eleições de outubro, Lula, passou longe do assunto, mas bolsonaristas foram rápidos em reproduzir um vídeo de uma entrevista dada em abril em que o petista afirmava que ‘todo mundo deveria ter direito ao aborto, e não vergonha’”.

“O caso ilustra bem o impacto que poderá ter a pauta de costumes nos próximos três meses, tempo que resta até o primeiro turno da eleição. De um lado, o presidente Bolsonaro fará todo o possível para que esses assuntos entrem no noticiário e nos debates políticos. Do outro, Lula se esforçará para passar ao largo da discussão, mesmo que para isso seja necessário negligenciar algumas das bandeiras históricas da esquerda.”

CLIQUE AQUI para ler a reportagem completa; assine a Crusoé e apoie o jornalismo independente.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....