Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Queiroga muda de opinião e agora defende participação do setor privado na vacinação

Proposta que permite que empresas busquem vacinas para seus funcionários foi aprovada na Câmara, mas está parada no Senado
Queiroga muda de opinião e agora defende participação do setor privado na vacinação
Foto: Tony Winston/MS

Durante encontro interno nesta sexta (4) com integrantes do Conselho Nacional de Saúde, o ministro Marcelo Queiroga defendeu a participação do setor privado na imunização contra Covid.

“É muito fácil dizer que o SUS é ruim, mas e o outro lado?”, afirmou o ministro da Saúde aos conselheiros. “O que vai fazer diferença é a vacinação. Vamos unir forças para vacinar esse povo”, defendeu Queiroga.

Queiroga mudou de opinião. Em abril, ele disse que sua “posição pessoal” e “também como ministro” era o Programa Nacional de Imunização ter doses suficientes para vacinar a população.

O projeto de lei que amplia as hipóteses da vacinação pelo setor privado foi aprovado pela Câmara, mas enfrenta resistência no Senado.

Como temos noticiado, a proposta que permite que empresas busquem vacinas para seus funcionários e familiares sem a obrigatoriedade de esperar a conclusão da imunização dos chamados grupos prioritários já foi aprovada pela Câmara — no dia 7 de abril — mas está parada há dois meses no Senado.

Esse foi o primeiro encontro de Queiroga com integrantes do colegiado, órgão auxiliar do ministério. O CNS não tinha reuniões com o ministro da Saúde desde setembro do ano passado.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....