Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Procurador que agrediu colega ficará suspenso por 30 dias sem salário

Medida publicada no Diário Oficial de Registro (SP) é necessária para processo que deve resultar na exoneração de Demétrius Macedo, segundo prefeitura
Procurador que agrediu colega ficará suspenso por 30 dias sem salário
Foto: Reprodução

O procurador Demétrius Oliveira Macedo (foto), que espancou a procuradora-geral de Registro, Gabriela Samadello Monteiro de Barros, foi afastado do cargo nesta quarta-feira (22) e teve o salário suspenso, conforme publicação no Diário Oficial da cidade paulista.

Macedo ficará suspenso do cargo por 30 dias, sem receber salário. A prefeitura de Registro informou ao G1 que a medida faz parte do processo administrativo que deve resultar na exoneração do procurador.

Após agredir brutalmente a procuradora-geral, Macedo foi levado para o 1º DP de Registro, mas foi liberado após o registro do boletim de ocorrência —o delegado responsável alegou que não havia sido feito flagrante.

Horas depois, a Polícia Civil pediu à Justiça a prisão preventiva do procurador. Também hoje, o Tribunal de Ética e Disciplina da OAB instaurou um “ofício de representação” contra Macedo, que pode ser excluído da ordem e, com isso, proibido de advogar.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....