Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Presidente do STJ proíbe show de R$700 mil de Bruno e Marrone

Humberto Martins disse que falta de serviços básicos na cidade torna indevido o gasto para show em Urucurituba; ministro atendeu a pedido do Ministério Público
Presidente do STJ proíbe show de R$700 mil de Bruno e Marrone
Bruno e Marrone, em show em São Paulo. Foto: Bruno e Marrone via Instagram

O presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Humberto Martins, proibiu nesta quinta-feira (16) um show da dupla sertaneja Bruno e Marrone na cidade de Urucurituba (AM), distante 218 quilômetros de Manaus. A cidade pagaria R$ 700 mil pelo espetáculo. A decisão é a primeira vinda de uma corte superior contra a realização de shows de sertanejo pagos com dinheiro público.

A dupla se apresentaria hoje à noite na Festa do Cacau da cidade. A decisão também proíbe o show do grupo de pagode Sorriso Maroto, contratado por R$ 200 mil pela prefeitura.

Martins atendeu a um pedido do Ministério Público do Amazonas para suspender a contratação da dupla sertaneja. O município de 24 mil habitantes às margens do rio Amazonas deveria fazer melhor uso do valor dos espetáculos, argumentou o magistrado.

“Há escolas inacabadas. As ruas da cidade encontram-se em péssimo estado, inclusive a rua principal, defronte ao Rio Amazonas, que está com trecho erodido há mais de 30 dias, sem conserto. Apenas 23% da população conta com tratamento de esgoto”, enumera Martins.

A conclusão do ministro é pela proibição do uso do dinheiro público. “Ainda que não se olvide da importância e relevância da cultura na vida da população local, a falta de serviços básicos em tamanha desproporção, como no caso dos autos, provoca um objetivo desequilíbrio que torna indevido o dispêndio e justificada a cautela buscada pelo MP”, conclui Martins.

Na semana passada, uma juíza proibiu um show de R$ 600 mil de Wesley Safadão em uma cidade de 25 mil habitantes no interior de Alagoas.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....