Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Policiais civis e servidores da Secretaria de Segurança do RN entram em greve

Categorias reivindicam suspensão de ação que pode retirar benefício do adicional por tempo de serviço e implementação de plano de carreira
Policiais civis e servidores da Secretaria de Segurança do RN entram em greve
Divulgação: PCRN

Policiais Civis e servidores da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Sesed) do Rio Grande do Norte iniciaram hoje uma greve por tempo indeterminado. As categorias reivindicam a suspensão de uma ação que pode retirar o benefício do adicional por tempo de serviço e a implementação de um plano de carreira.

Segundo os servidores, há uma ação do Ministério Público Estadual que prevê o fim desse direito. Em 2019, o MP considerou que o adicional é inconstitucional. Caso ele seja cassado, haveria redução real de salário de até 35%, dizem representantes das categorias.

A decisão de paralisar as atividades foi tomada durante uma assembleia realizada na última quinta-feira (20). O atendimento de agentes e escrivães nas delegacias foi suspenso às 8h desta quinta (25). A assessoria de comunicação da Polícia Civil não informou quantas delegacias ficarão fechadas no estado.

Em nota, o governo do Rio Grande do Norte afirmou que é “sensível” aos pedidos e que defende a manutenção do diálogo e a discussão de alternativas que evitem perda de rendimentos para as categorias.

O Rio Grande do Norte é governado pela petista Fátima Bezerra.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....