Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Polícia apreende 1kg de suposto urânio que seria vendido pelo PCC

Dois homens foram presos em Guarulhos; amostras do material recolhido foram encaminhadas para análise em laboratório
Polícia apreende 1kg de suposto urânio que seria vendido pelo PCC
Foto: Reprodução/TV Globo

A Polícia Civil apreendeu cerca de um quilo de um material ofertado por 2 homens como urânio, diz a Folha. A dupla foi presa em uma casa em Guarulhos (SP). Eles relataram aos policiais que pretendiam fazer a venda por intermédio do PCC.

O coordenador de Segurança Nuclear, Radiológica e Física do Instituto de Pesquisas Energéticas Nucleares (Ipen), Demerval Rodrigues, afirmou que amostras do material recolhido pela Polícia Civil na última sexta (8) foram encaminhadas para análise em laboratório.

A denúncia foi feita por um homem, que diz trabalhar na área de metais e minerais. Ele procurou o 3º DP de Guarulhos e afirmou ter recebido uma proposta para comprar ilegalmente “material radioativo”. O homem ainda disse que os suspeitos propuseram vender o material “utilizado para dispositivos bélicos” por US$ 90 mil o quilo — o equivalente a R$ 422 mil.

Segundo a denúncia, a dupla afirmou que teria um quilo do produto, disponível como amostra, e que dispunham em estoque duas toneladas do material. Em depoimento, um dos suspeitos disse que trouxe o urânio do Acre para São Paulo e que receberia R$ 10 mil pelo serviço.

O outro suspeito relatou que o PCC teria financiado sua viagem, de Rondônia até São Paulo, para comercializar o material. Ambos foram presos com base na lei federal 6.453, que proíbe “produzir, processar, fornecer ou usar material nuclear sem a necessária autorização ou para fim diverso do permitido em lei“, com pena de 4 a 10 anos de prisão. A Secretaria de Estado da Segurança Pública informou que o caso será encaminhado à Justiça Federal.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....