Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

PF diz ao Supremo que abriu inquérito para investigar Milton Ribeiro

Na última terça, áudio publicado pela Folha mostrou o ministro falando em priorizar amigos de pastores a pedido de Jair Bolsonaro
PF diz ao Supremo que abriu inquérito para investigar Milton Ribeiro
Fotos: Luis Fortes/MEC

A Polícia Federal enviou ofício ao Supremo Tribunal Federal informando que abriu inquérito para investigar o ministro da Educação, Milton Ribeiro, por lobby de pastores evangélicos junto ao gabinete para direcionar recursos a prefeituras.

Com isso, a PF tem 30 dias para entregar ao Supremo a conclusão das primeiras diligências. Nesse prazo, devem ser tomados, por exemplo, os depoimentos do ministro e dos pastores Gilmar Santos e Arilton Moura.

Ontem, como mostramos, a ministra Cármen Lúcia, do STF, determinou a instauração de inquérito e também autorizou a oitiva de Milton Ribeiro, dos pastores Gilmar Santos e Arilton Moura, além dos prefeitos Nilson Caffer, Adelícia Moura, Laerte Dourado, Doutor Sato e Calvet Filho.

Na última terça, áudio publicado pela Folha mostrou Milton Ribeiro falando em priorizar amigos de pastores a pedido de Bolsonaro. O esquema, apelidado de Bolsolão do MEC, foi revelado pelo Estadão.

Segundo a ministra, é preciso investigar e esclarecer, de forma definitiva, a autoria das práticas. 

Mostramos mais cedo que a corporação instaurou inquérito para investigar se houve repasse ilegal de verbas do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação. Diferentemente, essa investigação não mira o ministro, apenas pessoas sem foro privilegiado.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....