Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

PF: detidos confessaram execuções de Dom Phillips e Bruno Pereira 

Em coletiva, superintendente da PF deu detalhes da busca realizada mais cedo; vestígios humanos foram encontrados em local indicado por pescadores
PF: detidos confessaram execuções de Dom Phillips e Bruno Pereira 
Divulgação

O superintendente regional da Polícia Federal (PF) no Amazonas, Eduardo Alexandre Fontes, confirmou há pouco, em coletiva, que o jornalista britânico Dom Phillips e o indigenista brasileiro Bruno Pereira estão mortos.

Segundo ele, os pescadores Oseney da Costa de Oliveira, o “Dos Santos”, e Amarildo da Costa Oliveira, o “Pelado”, confessaram o duplo assassinato.

O delegado relatou a dificuldade das equipes de chegarem ao local onde foram enterrados os restos mortais de Phillips e Pereira. A perícia ainda trabalha na identificação dos “remanescentes humanos” encontrados. 

Em depoimento à PF mais cedo, os dois detidos confessaram ter executado o jornalista e o indigenista, após serem flagrados pescando ilegalmente na região. Phillips e Pereira foram rendidos, mortos e seus corpos esquartejados e incinerados. Eles estavam desaparecidos desde 5 de junho.

Os investigadores se debruçam agora na identificação de outros criminosos envolvidos, armas utilizadas e outros detalhes, como uma embarcação usada pelos criminosos — que depois do crime foi afundada para ocultar pistas.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....