Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Pedro Guimarães deixará Caixa para que denúncias não sejam usadas contra Bolsonaro, diz Flávio

"O presidente vai ser responsável por questões pessoais?", questionou o senador; para ele, escolha de Daniella Marques é "resposta mais do que clara"
Pedro Guimarães deixará Caixa para que denúncias não sejam usadas contra Bolsonaro, diz Flávio
Foto: Adriano Machado/Crusoé

Em entrevista ao Estadão, Flávio Bolsonaro (foto) disse que Pedro Guimarães deixará o comando da Caixa Econômica Federal para que as denúncias de assédio sexual contra ele não sejam usadas durante a campanha pela reeleição de Jair Bolsonaro.

“O presidente Bolsonaro vai ser responsável por questões pessoais? O presidente não tem obviamente nada a ver com isso”, afirmou o senador e filho 01 de Bolsonaro.

Conforme revelado pelo site Metrópoles na terça (28), o MPF abriu investigação sigilosa para apurar as denúncias de assédio sexual feitas por funcionárias da Caixa contra o presidente do banco estatal. Pelo menos cinco funcionárias relataram ter sido impropriamente abordadas por Guimarães, inclusive com toques íntimos.

Segundo Flávio, o presidente da Caixa, que está no cargo desde o início da gestão Bolsonaro, deve deixar o cargo por decisão do presidente, “para preservar o próprio Pedro e o governo mostrar que não compactua com isso”. A troca, acrescenta, deve ocorrer de hoje para amanhã.

O senador também disse que a escolha da substituta —Daniella Marques, considerada braço direito de Paulo Guedes na Economia— foi pensada para dar uma “resposta mais do que clara” de que Bolsonaro não admite esse tipo de conduta em seu governo.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....