Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Relator defende estado de emergência para criar programas sociais em ano eleitoral

Texto aumenta Auxílio Brasil e o vale-gás. Além disso, a proposta cria o bolsa-caminhoneiro para atender demanda da base do presidente
Relator defende estado de emergência para criar programas sociais em ano eleitoral
Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

Em coletiva de imprensa nesta tarde (29), o senador Bezerra Coelho (MDB-PE) apresentou a PEC dos Combustíveis que decreta o Estado de Emergência para driblar ano eleitoral. O texto amplia os programas sociais do governo.

O Auxílio Brasil aumentará para R$ 600. A proposta também prevê um vale-diesel de R$ 1 mil e o vale-gás de R$ 120 ao mês. 

“A PEC reconhece o estado de emergência decorrente da elevação extraordinária dos preços do petróleo”, disse. “O estado de emergência está dentro do ordenamento jurídico para criar programas sociais em ano eleitoral”, disse Bezerra.

O gasto fora do teto ficou em R$ 38,75 bilhões. O governo quer zerar a fila do programa Auxílio Brasil. O governo conta com recursos provenientes da privatização da Eletrobras e os lucros de estatais para compensar o “impacto fiscal oferecido pela PEC”.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....