Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

PEC das Embaixadas deve tramitar apenas depois das eleições, avaliam senadores

Proposta de Davi Alcolumbre, na prática, coloca em jogo 133 embaixadas ao redor do mundo na mira dos interesses do Centrão
PEC das Embaixadas deve tramitar apenas depois das eleições, avaliam senadores
Foto: Pedro França/Agência Senado

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) debaterá amanhã uma PEC que permite que um deputado ou senador, nomeado ao cargo de embaixador, possa ocupá-lo sem a perda do mandato. A proposta, dificilmente andará este ano, avaliam parlamentares.

Estão em jogo 133 embaixadas espalhadas pelos continentes. Além de 12 missões e delegações permanentes perante organismos internacionais.

O texto é de autoria de Davi Alcolumbre (União-AP) e representa uma tentativa de captura das embaixadas pelo Centrão.

De acordo com o senador Álvaro Dias (Podemos-PR), o texto ainda precisa passar pela CCJ e pela Comissão de Relações Exteriores (CRE) da Casa.

“Esse ano não passa ou pelo menos antes das eleições. Agora, para o parlamento, só as campanhas importam”, disse Dias a O Antagonista.

O senador Alessandro Vieira (PSDB-SE) corroborou com o colega. “Não tenho notícias de que será pautada para ir ao plenário agora. É um projeto polêmico e dificilmente andará ainda neste ano”, disse ao site.

“Em tempos de Orçamento Secreto, essa pauta é mais um reflexo do rebaixamento moral do Congresso Nacional”, criticou Vieira a este site.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....