Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Paulinho tinha posição de liderança na quadrilha, diz subprocurador

Paulinho tinha posição de liderança na quadrilha, diz subprocurador
"Precisamos fazer uma reforma que não garanta a reeleição de Bolsonaro"

No julgamento de Paulinho da Força hoje no STF, o subprocurador Juliano Baiocchi disse que o deputado tinha “posição de liderança na quadrilha” que desviava recursos do BNDES.

“Era tratado como chefe, pela indicação de pessoas no BNDES que facilitavam os empréstimos”, afirmou o membro do Ministério Público na sessão.

A Primeira Turma julga o parlamentar pelos crimes de formação de quadrilha, desvio de finalidade de empréstimo concedido por banco estatal e lavagem de dinheiro.

É acusado de receber de 2 a 4% de empréstimos concedidos pelo BNDES às Lojas Marisa e à Prefeitura de Praia Grande que somaram R$ 524 milhões em 2007 e 2008, durante o governo Lula.

Casa de prostituição foi usada para repassar dinheiro do BNDES a Paulinho, diz MPF

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....