Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Pacheco vai autorizar instalação de CPI do MEC

Leitura de requerimento em plenário pode acontecer ainda hoje em sessão relâmpago do plenário do Senado
Pacheco vai autorizar instalação de CPI do MEC
Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), disse na reunião de líderes desta manhã que vai autorizar a instalação da CPI do MEC. De acordo com interlocutores ouvidos por O Antagonista, a ideia do presidente do Senado é abrir uma sessão rápida, após a ordem do dia, para ler o requerimento do senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) em plenário.

Apesar disso, a expectativa é que a investigação seja iniciada apenas no início do segundo semestre. A base governista, porém, ainda tenta jogar a CPI para o período pós-eleitoral. Até mesmo o PT já começa a ver com bons olhos esse adiamento.

Segundo interlocutores, Pacheco vai ler também os requerimentos das CPIs das Ongs da Amazônia, do Fies e do Crime Organizado e autorizar o funcionamento destes outros três colegiados. 

Com isso, como adiantamos na semana passada, Pacheco evita conflitos tanto com parlamentares da base quanto com os da oposição, mas joga a responsabilidade para o início dos trabalhos aos líderes partidários, já que eles serão obrigados a indicar, de uma só vez, integrantes de quatro comissões parlamentares de inquérito.

O regimento interno do Senado não impõe limites para o funcionamento de várias CPIs simultâneas. A única limitação estabelecida é que um senador pode participar de, no máximo, duas investigações ao mesmo tempo.

A aposta do governo agora é que a investigação sobre o MEC será esvaziada em função do período eleitoral. Aproximadamente um terço do Senado vai disputar as eleições e isso tende a reduzir o fluxo de trabalho das comissões parlamentares de inquérito.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....