Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

CPI do MEC: Pacheco rebate críticas e diz que “não pode criar classe de senadores”

Como registramos há pouco, Pacheco lerá o pedido de instalação da comissão amanhã, mas as investigações vão começar apenas após as eleições
CPI do MEC: Pacheco rebate críticas e diz que “não pode criar classe de senadores”
Foto: Roque de Sá/Agência Senado

Durante entrevista coletiva concedida há pouco, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), rebateu críticas do senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) sobre a instalação da CPI do MEC.

Como registramos há pouco, Pacheco lerá o pedido de instalação da comissão amanhã, mas as investigações vão começar apenas após as eleições. Randolfe, por sua vez, vai acionar o STF para obrigar os líderes partidários a indicar os membros da CPI o quanto antes para que o colegiado funcione durante o período eleitoral.

Além disso, o parlamentar do Amapá também trabalhou para que o Pacheco autorizasse apenas a instalação da CPI do MEC e ignorasse outros quatro pedidos governistas que estão na gaveta do presidente do Senado.

“A força do Senado não está na individualidade de algum senador, ou na individualidade da presidência do Senado. Mas na força coletiva do entendimento da maioria de seus membros”, disse há pouco o presidente do Senado.

“Não há dúvida de que todos os fatos são relevantes. O que não podia a Presidência era estabelecer uma classe de senadores, ou uma prioridade de requerimentos em detrimento de outros”, acrescentou.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....