Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Os presos na nova fase da Operação Catarata no Rio de Janeiro

A segunda fase da Operação Catarata foi deflagrada nesta sexta-feira (11).

O Ministério Público do Rio investiga supostos desvios em contratos de assistência social no governo do estado e na Prefeitura.

O atual secretário estadual de Educação, Pedro Fernandes, foi preso, como registramos, mas ele ficará em casa, após ter apresentado um resultado positivo de exame para Covid-19.

O MP e a Polícia Civil investigam desvios na ordem de R$ 30 milhões entre 2013 e 2018.

A Fundação Estadual Leão XIII, alvo da investigação, era vinculada à Secretaria Estadual de Tecnologia e Desenvolvimento Social, comandada por Fernandes nos governos de Sérgio Cabral e de Luiz Fernando Pezão.

Cristiane Brasil, filha de Roberto Jefferson e pré-candidata à Prefeitura do Rio, também é investigada. Segundo sua assessoria, ela vai se apresentar ainda hoje. As ações envolvendo Cristiane se referem ao período entre 2013 e 2017, quando ela assumiu secretarias municipais nas gestões de Eduardo Paes e Marcelo Crivella.

Eis a lista dos presos na manhã de hoje, que irão responder por organização criminosa, crimes licitatórios, peculato, corrupção ativa e passiva e lavagem de dinheiro:

— Pedro Fernandes, secretário estadual e ex-presidente da Fundação Leão XIII;
— Flavio Salomão Chadud, empresário;
— Mario Jamil Chadud, ex-delegado e pai de Flavio;
— João Marcos Borges Mattos, ex-diretor de administração financeira da Fundação Leão XIII.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....