Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Os 10 senadores que mais torraram o cotão em 2021

Omar Aziz, que comandou a CPI da Covid, foi o que mais gastou: mais de meio milhão de reais, com destaque para R$ 310 mil para comunicação e marketing
Os 10 senadores que mais torraram o cotão em 2021
Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

Omar Aziz (PSD-AM) liderou os gastos com a cota parlamentar em 2021, segundo levantamento feito por O Antagonista com base nas notas fiscais apresentadas para o devido ressarcimento até esta segunda-feira (27).

O senador que presidiu a CPI da Covid (foto) gastou R$ 527,6 mil com dois tipos de despesas: passagens aéreas (R$ 217,6 mil) e serviços de comunicação e marketing (R$ 310 mil).

Em segundo lugar nos rankings dos que mais torraram o chamado cotão — dinheiro público a que todo congressista tem direito para gastar com quase tudo o que você imaginar –, aparece o petista Rogério Carvalho, de Sergipe.

Dos 81 senadores, somente três não usaram nem sequer um centavo do cotão: Jorge Kajuru (Podemos-GO), Leila Barros (Cidadania-DF) e Reguffe (Podemos-DF).

A lista dos 10 mais gastões:

  1. Omar Aziz (PSD-AM): R$ 527 mil
  2. Rogério Carvalho (PT-SE): R$ 496 mil
  3. Lucas Barreto (PSD-AP): R$ 492 mil
  4. Telmário Mota (Pros-RR): R$ 487 mil
  5. Paulo Rocha (PT-PA): R$ 466 mil
  6. Zequinha Marinho (PL-PA): R$ 462 mil
  7. Mailza Gomes (PP-AC): R$ 457 mil
  8. Roberto Rocha (PSDB-MA): R$ 440 mil
  9. Weverton Rocha (PDT-MA): R$ 439 mil
  10. Eliziane Gama (Cidadania-MA): R$ 429 mil

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....