Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

O negacionismo lulista

Alguns auxiliares do ex-presidente defendem a moderação do discurso de Lula em suas próximas falas; o petista, porém, resiste
O negacionismo lulista
Foto: Ricardo Stukcert/Flickr/Lula

Apesar das polêmicas provocadas pelas manifestações recentes de Lula, o entorno do petista tem endossado as declarações do petista, afirmando que tudo não tem passado de “ruídos de comunicação” ou de “distorções da imprensa”.

O Antagonista apurou que alguns auxiliares do ex-presidente defendem, no entanto, a moderação do discurso de Lula em suas próximas falas. Outros, de partidos como Solidariedade e PSB, pediram a Lula que ele fale menos, justamente para evitar novas polêmicas.

O petista, contudo, resiste.

A visão no PT é que, no caso da reforma trabalhista, Lula apenas defendeu “a revisão” da proposta, não a revogação do projeto aprovado no governo Michel Temer (MDB); sobre a defesa do aborto, os petistas argumentam que essa é uma bandeira histórica do partido e, em relação às críticas ao presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, os aliados de Lula afirmam que ele reproduziu uma preocupação da ex-chanceler alemã, Angela Merkel, ainda em 2020.

Além disso, levantamentos internos do partido apontam que as falas foram bem recebidas entre os petistas históricos.

Os petistas admitem uma única mea-culpa: a frase “Bolsonaro não gosta de gente, gosta de policial”.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....