Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

O chavismo de Jair Bolsonaro contra o STF

Assim como fez Hugo Chávez na Venezuela, os bolsonaristas querem ampliar o controle sobre a Suprema Corte aumentando o número de ministros
O chavismo de Jair Bolsonaro contra o STF
Foto: Palácio do Planalto/Flickr

Como mostramos, a CCJ da Câmara, sob o comando de Bia Kicis, quer retomar o debate sobre a PEC que aumenta o número de ministros do STF de 11 para 15, em uma tentativa de ampliar o controle de Jair Bolsonaro sobre a Corte.

A Crusoé alerta que uma estratégia semelhante foi usada por Hugo Chávez na Venezuela.

“A proposta tem um perigoso precedente na Venezuela. Em 2003, o presidente Hugo Chávez, que ainda não era percebido como um ditador, conseguiu a aprovação da Assembleia Nacional, de maioria chavista, para aumentar de 20 para 32 o número de cadeiras do Tribunal Supremo de Justiça, o TSJ.”

“A mudança foi uma retaliação de Chávez. Ele ficou indignado porque queria que o TSJ condenasse alguns militares e declarasse que ele tinha sofrido um golpe de estado em 2002. Mas os ministros apenas consideraram que houve um vazio de poder.”

O presidente então usou a maioria apertada que tinha na Assembleia Nacional, com 83 das 165 cadeiras, para assumir o controle total do Judiciário.”

Leia mais aqui.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....