Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

"O cenário da educação tornar-se-á ainda mais trágico"

Como noticiamos, o Congresso aprovou ontem o projeto que libera mais de R$ 6 bilhões para as obras de Rogério Marinho e o Centrão.

Para chegar a esse montante, o governo de Jair Bolsonaro remanejou R$ 1,5 bilhão do Ministério da Educação — o líder do governo no Congresso, senador Eduardo Gomes (MDB), comprometeu-se a recuperar os recursos bloqueados da Educação em um novo projeto.

Em nota, os deputados Felipe Rigoni (PSB-ES), Tabata Amaral (PDT-SP), João Campos (PSB-PE), Aliel Machado (PSB-PR), Professor Israel Batista (PV-DF), Luísa Canziani (PTB-PR) e Tiago Mitraud (Novo-MG) demonstraram preocupação.

“O cenário preocupante da educação no País tornar-se-á ainda mais trágico com o remanejamento de recursos das áreas programadas do MEC aprovado no PLN nº 30/2020. Diante disso, nos posicionamos contrários ao cancelamento orçamentário sofrido pelo Ministério da Educação com a aprovação do Projeto de Lei do Congresso Nacional n° 30, de 2020.”

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....