Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Exclusivo: A nova reforma previdenciária

A equipe de Paulo Guedes já tem um plano para consertar o estrago feito por Jair Bolsonaro na reforma previdenciária.

De acordo com uma fonte de O Antagonista, o governo vai compensar a idade mínima escolhida pelo presidente (62 anos para homens e 57 anos para mulheres) com a redução do período de transição de todos os trabalhadores — setores público e privado — para apenas 10 anos. A PEC de Michel Temer estabelecia 10 anos para o setor privado e 20 anos para os servidores públicos.

Diz a fonte:

“Desse modo, ao mesmo tempo em que produz manchetes mais simpáticas para a opinião pública e, portanto, mais palatáveis para o Congresso, o novo governo possibilitará maior economia para os cofres públicos, em menos tempo, o que vai agradar ao mercado. (Para o mercado, qualquer reforma que produza economia de 350 bilhões a 500 bilhões de reais nos próximos 10 anos será considerada um sucesso.)”

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....