Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

No Senado, médicos bolsonaristas dizem que vacinas causam câncer

Uma audiência pública organizada por Eduardo Girão serviu de palco nesta segunda para negacionistas atacarem a imunização contra a Covid
No Senado, médicos bolsonaristas dizem que vacinas causam câncer
Foto: Pedro França/Agência Senado

Médicos, deputados e senadores contrários à vacinação contra a Covid e à exigência do passaporte da vacina discursaram há pouco em uma audiência pública no Senado. O evento foi organizado por Eduardo Girão (Podemos).

Durante a sessão, realizada em plenário virtual, participantes deram declarações falsas ou sem nenhum embasamento científico, como a associação das vacinas ao aumento de casos de câncer.

A médica potiguar Roberta Lacerda foi uma delas.

“Chamo a reflexão de todos aqueles que se submeteram a um screening (rastreio) muito detalhado de suas avaliações cardiovasculares e, como vou mostrar, oncohematológicas. O número de casos de cânceres vai aumentar muito.”

O neurocirurgião Paulo Porto criticou as propostas de exigência do passaporte vacinal e colocou em dúvida a eficácia dos imunizantes.

“A gente tem outras medidas tão ou mais eficientes que a vacinação, como máscara, uso de álcool em gel e isolamento. Não entendo essa sanha em vacinar todo mundo.”

Ao atacar o passaporte da vacina, o médico José Augusto Nasser fez uma comparação estapafúrdia entre e a Covid e o vírus da Aids.

Uma pessoa pode entrar com tuberculose, hepatite ou Aids dentro de um estabelecimento, mas não pode entrar sem passaporte da vacina? E o que tem de diferente por trás de tudo isso?”

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....