Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

No fim, claro, a esquerda estará toda ao redor do ex-presidiário

Guilherme Boulos é mais um do PSOL a criticar a possibilidade de Geraldo Alckmin ser vice na chapa presidencial de Lula neste ano
No fim, claro, a esquerda estará toda ao redor do ex-presidiário
Foto: Kelly Fuzaro/Band/Divulgação

Guilherme Boulos (foto), assim como outros psolistas, criticou a possibilidade da chapa ‘Lulalckmin. Segundo ele, não é por uma questão partidária, pelo fato de o ex-governador de São Paulo ter sido do PSDB.

“Se eu me filiar ao DEM ou ao PSL amanhã, ninguém vai achar que eu sou de direita (risos). Tenho uma história. O Alckmin tem a dele. Não adianta mudar a roupa”, disse ele ao Metrópoles.

Para Boulos, que reforça sua pré-candidatura ao governo de São Paulo, ainda “tem o risco político de uma repetição do Temer [que assumiu o Planalto após o impeachment de Dilma Rousseff, em 2016]”, caso o ex-tucano seja realmente vice de Lula e o petista ganhe as eleições.

O PSOL faz charme, para aumentar as chances de espaço em um eventual futuro governo, mas, no fim, estarão todos juntinhos ao redor do ex-presidiário.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....