Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

"Nenhuma omissão dolosa da verdade"

Um procurador da Lava Jato disse a Matheus Leitão:

“Com o número grande de colaboradores, é natural que aconteçam contradições e versões de um mesmo fato, mas não ficou comprovado até aqui nenhuma omissão dolosa da verdade.

Estranho seria se todos depoimentos fossem rigorosamente iguais. Isso mostraria que esses testemunhos foram montados pelos advogados, tendo, assim, um valor jurídico muito menor ou nulo”.

O colunista do G1 completa:

“Os Investigadores garantem que a fiscalização das delações dentro da Lava Jato tem sido permanente. Se documentos prometidos não forem entregues, por exemplo, delatores poderão vir a perder o benefício”.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....