Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Nem pedaladas e emendas garantem a Lira o quórum de votação da PEC dos Precatórios

Presidente da Câmara afirmou que vai colocar o texto em votação hoje e ressaltou que governo precisará encontrar alternativa em caso de derrota
Nem pedaladas e emendas garantem a Lira o quórum de votação da PEC dos Precatórios
Foto: PP

Em entrevista concedida há pouco à GloboNews, o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), afirmou que, apesar de toda a articulação feita até o momento, não pode garantir nem o quórum mínimo, nem a aprovação da PEC dos Precatórios.

“Sempre trabalhamos com o intuito de fazer maioria [de votos]. O intuito desta Casa Legislativa é debater, é discutir a proposta. É nesse sentido que vamos trabalhar e colocar para votar ainda hoje. Ou ela vai ter voto, ou o governo vai ter que encontrar outra alternativa, se tiver, para resolver o problema do Auxílio Emergencial”, declarou Lira (foto).

“Na realidade, a nossa função é tentar aglutinar votos, esforços, fazer a construção do texto junto a líderes e representantes de seguimentos para que a gente possa levar uma votação importante com tranquilidade”, complementou o presidente da Câmara.

“A gente não pode garantir quórum [de votação]”.

Durante a semana, Lira e o Palácio do Planalto trabalharam ao máximo para garantir o número mínimo de 308 votos para que a PEC seja aprovada em primeiro e segundo turnos.

Além de mudar o regimento interno às pressas, o deputado alagoano prometeu emendas e o governo disse que cederia cargos nos Estados aos parlamentares favoráveis à proposta.

“Esperamos bom senso por parte dos parlamentares. Esperamos contar com os votos dos parlamentares”, disse Lira.

Até o momento, 432 deputados já registraram presença, mas a sessão de votação ainda não começou.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....